Projeto Hip Hop Ensina abre escola para a produção artística


A ação abrange todas as escolas da região, visando uma maior participação dos alunos e comunidade no espaço escolar


Apresentado pela Diretoria Regional de Ensino - responsável pelas escolas estaduais que abrangem Francisco Morato, Franco da Rocha, Caieiras, Cajamar e Mairiporã – o projeto Hip Hop Ensina aproveita-se do potencial crítico que o movimento hip hop aborda e busca inserir, de uma melhor forma, a juventude e toda a comunidade para o espaço escolar.


O Programa Escola da Família, em parceria com a APE e Faculdade de Medicina, utilizam a música, a dança e a produção artística como instrumento pra tratar junto aos alunos temas como: álcool, drogas, tabaco, prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids e prevenção da violência e disseminação da cultura da paz.

Com o acompanhamento dos educadores universitários, o objetivo também visa impulsionar a participação da comunidade e, em meados de outubro, fomentar um festival nas escolas.


No primeiro encontro, realizado em 23 de maio de 2013, diretores e coordenadores das escolas estaduais da rede pública participaram de oficinas de graffiti, rimas, DJ e dança, para antes de passar o conhecimento aos alunos, vivenciar cada linguagem.


A educação ocupa a base da pirâmide de qualquer sociedade que tenha como estratégia o desenvolvimento social e econômico. Abordar assuntos de grande valor para o aprendiz, de maneira que facilite o seu entendimento e compreensão e abrir a escola para a produção artística, é mais do que valorizar o espaço escolar, é caminhar sentido a transformação de toda uma realidade educacional hoje crítica.




PUBLICADO EM ORIGINAL BONGA | 2013

Destaque
Leia também
Tamires Santana

Tamires Santana é um ser vivo, dotado de inteligência e conhecimento (até que se prove o contrário). É pai, mãe e espírito - nem um pouco santo. Estuda, trabalha, busca, anda — principalmente de trem e bicicleta. Chegou a conclusão de que quanto mais se busca, menos se sabe. Gosta de falar sobre arte, cultura, cultura popular, política, economia solidária, design, religião, índio, folclore brasileiro, samba, carnaval, literatura infantil, ciência, criança,
desenho animado, cinema, plantas, minhocas, compostagem e um montão de outras coisa. É adepta da
filosofia de vida "é pra frente que se anda".

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square