Casa onde tem Oxumarê


Casa onde tem Oxumarê, Jiboia é folha sagrada. Que venham as forças, o conhecimento e as renovações da vida. Aroboboi Oxumarê! Diz a lenda que a Jibóia Branca, que se transformava em mulher, guardava o segredo do conhecimento, mistério e ciência da floresta encantada. Um guerreiro procurando por caça acabou encontrando-a e por ela se apaixonou. Tiveram três filhos, acesso ao conhecimento e aprendizados no mundo espiritual.

Certo dia, em um ritual com as forças do cipó, da ayahuasca, energia da terra, da água e da floresta, o guerreiro viu a Jiboia Branca engolir um guerreiro.

Assustado, voltou para sua comunidade onde estavam sua primeira mulher e filhos. Passado um tempo,o guerreiro retornou para o mesmo lugar que havia encontrado com a Jiboia Branca. Encontrou seus três filhos e a Jiboia Branca que o engoliu pela metade. Desesperado, o guerreiro gritou por ajuda e foi atendido pela comunidade Huni Kuin. Os guerreiros mataram a Jiboia e o tiraram vivo de sua boca. Estando todo quebrado, pediu para ser enterrado junto com a Jiboia em sua comunidade.

Três meses depois, a Jiboia se transformou em folha, kawa, a Rainha da Floresta. Os índios mais velhos pediram licença e com o cipó fizeram oração e cerimônia. Tiveram miração e, desde então, receberam a missão de captar desta planta todos os cantos Huni Meká, os mantras do cipó, e todas as sabedorias da natureza, a ciência, o mistério e os conhecimentos da guardiã da Jibóia. Lenda adaptadíssima para caber aqui .


• Fonte: site Radio Yande


_________________________________

Tamires Santana é jornalista, artista multimídia e sacerdotisa de Umbanda

Destaque
Leia também
Tamires Santana

Tamires Santana é um ser vivo, dotado de inteligência e conhecimento (até que se prove o contrário). É pai, mãe e espírito - nem um pouco santo. Estuda, trabalha, busca, anda — principalmente de trem e bicicleta. Chegou a conclusão de que quanto mais se busca, menos se sabe. Gosta de falar sobre arte, cultura, cultura popular, política, economia solidária, design, religião, índio, folclore brasileiro, samba, carnaval, literatura infantil, ciência, criança,
desenho animado, cinema, plantas, minhocas, compostagem e um montão de outras coisa. É adepta da
filosofia de vida "é pra frente que se anda".

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square