Profissional de desenvolvimento, artista multimídia, design, diagramador, assessora de comunicação e produtora cultural

 DOWNLOAD PORTFOLIO  

Tamires Santana, nascida em 1989, é jornalista formada na FAPCOM - Faculdade Paulus de Comunicação (2011); design gráfico pela Saga - Jogos, Arte Digital, Design e VFX (2014) e, mais recentemente, estudante de Pedagogia pela UNIVESP - Universidade do Estado de São Paulo (Previsão 2022) e Pós-graduação em Tutoria em Educação a Distância e Novas Tecnologia Educacionais (EAD)pela FAEP - Faculdade de Educação Paulista (Previsão 2021). Recentemente é empreendedora da empresa de comunicação Atairu Multimídia o qual desenvolve projetos como profissional de desenvolvimento, multimídia, design, diagramador e assessora de comunicação e é sócia de Bonga Produções, atuando na área de Produção Cultural e projetos voltados à cultura do Graffiti e Hip Hop.


Co-autora do livro bilíngue Tinta Loka Street Book, atua nas áreas de multimídia, comunicação social e produção cultural. Na área cultural e artística, é co-autora de projetos notáveis como Festival Tinta Loka, Festival Internacional de Graffiti Caieiras, Olerê, Quebrada em Cores, Murais de Arte Urbana Caieiras, entre outros.

No audiovisual, produz vídeos conceituais e institucionais e participa em vídeos institucionais. Produziu o documentário "Canvas, Pixels e Rupturas" (2014), a animação 2D "Atairu" (2013) e co-realizou o  documentário “Que Rufem os Tambores... O Espetáculo Continua!” (2011), como TCC  da formação de Jornalismo. Protagonizou as chamadas de vídeos dos cursos de gradução da FAEP - Faculdades de Educação Paulistana (2020), o curta-metragem Pura, promovido pela ACDC - Associação Cultural de Caieiras (2012) e chamadas de vídeos demonstrativos, como modelo, para a Riachuelo.

Na comunicação, escreveu diversas matérias sobre cultura, arte e cotidiano para diferentes mídias e projetos de grande relevância e impacto social (desde 2009), colaborou na elaboração da Lei Arte Urbana (PL nº 024/2019) no município de Caieiras, aprovada com unanimidade pela Câmera Municipal (2019) e foi Jornalista Responsável do Jornal Bom Dia Cidade de Francisco Morato (2013).
Também é formada em Sacerdote de Umbanda Sagrada Yalorixá pelo Instituto de Umbanda Sagrada Saraceni (2020), coordena os projetos culturais do Núcleo de Estudos Espiritual e Religioso 7 Tronos Sagrados, em Francisco Morato, e  busca constantes atualizações em áreas que auxilie o desenvolvimento do olhar para com o ser-humano como: "Competências Profissionais, Emocionais e Tecnológicas para Tempos de Mudança" pela PUCRS, "PLP's - Promotoras Legais Populares - Noções básicas de Direito e Cidadania para Mulheres", promovido pelo Instituto Geledés (2017), Transmídia na FAPCOM - Faculdade Paulus de Comunicação (2017), "Produção de Vídeos Jornalísticos" (2016), "Roteiro, Captação de Imagem e Edição de Vídeo", da ACDC - Associação Cultural de Caieiras (2012).


Como produção executiva atuou no projeto Hip Hop Dando Aula, aprovado pelo PROAC Municípios (2019) e nas cenografias das peças A Paixão de Cristo de Caieiras (2016, 2018 e 2019). Como co-autora, lançou o livro bilíngue "Tinta Loka Street Book", junto ao artista urbano Bonga Mac (2017), o qual foi lançado em diversas localidades como: Goiânia, Brasília, São Paulo, Guarujá, Jundiaí, Campinas, Pindamonhangaba, Salto, Bauru, Caieiras, entre outras. Organizou o livro Descascar Mais e Desembalar Menos de projeto de mesmo nome do Hospital Espírita Fabiano de Cristo (2018) e foi concept art do livro "Porque Criei a Gastronomia Periférica" do Chef Edson Leite (2019). No campo da política pública, auxiliou na formulação do projeto de lei n° 024/2019, o qual recebeu aprovação unânime na Câmara Municipal de Caieiras, que trata sobre a regulação e incentivo da Arte Urbana no município de Caieiras (2019).

 

 

 

Nascida no bairro da Via Mariana, município de São Paulo (SP) com cara de joelho, careca e sem dente, com menos de um ano de idade, brincava entre costeiros e alegorias de escola de samba, confeccionadas pelos pais para a Sociedade Recreativa Cultural Social Esportiva Beneficente Faculdade do Samba Barroca Zona Sul.

Aos cinco anos de idade muda-se para a cidade de Francisco Morato, periferia do Estado de São Paulo. Desde a adolescência é engajada em projetos sociais. Aos 14 anos de idade, já acompanhava reuniões do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Francisco Morato, o que contribuiu positivamente para seu crescimento pessoal.

Na área de comunicação desempenhou função como: atendente de pizzaria e call center; até chegar a ser repórter de revistas, jornais e web e assessora de comunicação (e design gráfico) em secretaria de cultura, instituições, entidades públicas e artistas.

Como jornalista, escreveu para Jornal Bom Dia Cidade (Francisco Morato), Revista Condomínios (Caieiras), para a 5° edição da Revista Rebosteio, 7° edição da Revista Rap Nacional, Revista Berrini (Brooklin Novo/SP) e foi colaboradora do blog AODC Notícias. Em fevereiro de 2013, Tamires assumiu a função de Jornalista Responsável do Jornal Bom Dia Cidade.

Como profissional de artes gráficas, entram em seu portfólio a criação de canais de comunicação e peças gráficas, assim como o gerenciamento de conteúdos do artista Bonga Mac, do Grêmio Recreativo Cultural Social Escola de Samba Estação Primeira de Francisco Morato, Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Francisco Morato e Associação Block4, de Maputo (MZ), Hospital Espírita Fabiano de Cristo, 7 Tronos Sagrados, Bonga Produções, Gastronomia Periférica e projetos autorais junto ao artista Bonga Mac como Festival Tinta Loka, 1º FIG - Festival Internacional de Caieiras, Circuito Spray, Quebrada em Cores, exposição itinerante Olho Cru, Rapinas, entre outros.

Hoje (ao contrário do nascimento), deixou para trás a cara de joelho e adquiriu traços mais graciosos, herdados de uma ancestralidade indígena, negra e branca; possui um volumoso cabelo cacheado e tem (e ainda mantém) os dentes necessários para exibir um sorriso radiante.

Empenha-se em superar os constantes desafios proporcionados pelo jornalismo, audiovisual, design gráfico e, mais recentemente, a dança do ventre, com criatividade, responsabilidade social e bom humor.

CRONOLOGIA

2021

Empreendedora da empresa de comunicação Atairu Comunicação e Multimídia

Publicação do artigo para a revista online Pais e Filhos "O Conto da Boa Mãe" https://paisefilhos.uol.com.br/blogs-e-colunistas/coluna/o-conto-da-boa-mae/

Produção Executiva, roteiro, captação e edição de imagem do mini documentário
"Desenrolo", apresentado por Sobrenome de Mello e com a participação de cinco
artistas do hip hop. Projeto realizado com recursos da Lei Aldir Blanc.

2020

Inicia o curso de Pós-graduação em Tutoria em Educação a Distância pela FAEP - Faculdade de Educação Paulistana

Forma-se Sacerdotisa de Umbanda Sagrada Yalorixá pelo Instituto de Umbanda Sagrada Saraceni

2019

Co-produtora do Festival Tinta Loka (www.festivaltintaloka.com)

Organiza o livro Descascar Mais e Desembalar Menos de projeto de mesmo noma do Hospital Espírita Fabiano de Cristo

Colabora na elaboração da Lei Arte Urbana (PL nº 024/2019) no município de Caieiras, aprovada com unanimidade

2018

Inicia o curso de Pedagogia pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp)

Inicia os estudos Sacerdote de Umbanda Sagrada no Instituto de Umbanda Sagrada Saraceni

Co-Produtora do Festival Internacional de Graffiti de Caieiras

Cria texto conceito para a Exposição coletiva Capas do Brasil e Exposição Rapinas de Bonga Mac (SP)

2017

Lança o livro Tinta Loka Street Book de autoria de Tamires Santana e Bonga Mac (www.tintaloka.com.br);

 

Participa do curso livre PLP's - Promotoras Legais Populares - Noções básicas de Direito e Cidadania para Mulheres, promovido pelo Instituto Geledés;

Co-realizadora a 1ª Plenária Intermunicipal da Comunidade Negra de Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morato, em parceria com o Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Caieiras, no Centro Cultural Isaura Neves;

Cria o conceito e web design da exposição Olho Cru de Bonga Mac (www.olhocru.com)

Participa do curso livre Transmídia, realizado na FAPCOM - Faculdade Paulus de Comunicação;

2016

Concluí o curso Start (Computação Gráfica) na Escola SAGA - Jogos, arte digital, design e efeitos visuais; 

-se 

Participa do Projeto Plantando Sementes, realizado pelo Quilombaque, em parceria com a entidade Solano Trindade;

Produz o documentário Canvas, Pixels e Rupturas;

2015

 

Inicia a produção do livro Tinta Loka Street Book de autoria de Tamires Santana e Bonga Mac;

Produz a animação 2D Atairu;

2014

Assume a empresa Bonga Produções;

Inicia o curso Start (Computação Gráfica) na Escola SAGA - Jogos, arte digital, design e efeitos visuais; 

2013

Trabalha como professora eventual na Rede Pública Estadual de ensino;

Assumiu a função de Jornalista Responsável pelo Jornal Bom Dia Cidade;

Passa a escrever mensalmente para a Revista Condomínios Caieiras;

Idealizou a campanha "Faça parte desta Consciência" com o objetivo em divulgar personalidades que fizeram ou fazem parte da história do município de Francisco Morato/SP, além de ser uma pré-divulgação da 5ª Virada Municipal da Consciência;

2012

Protagonizou o curta-metragem Pura, resultado da oficina de Roteiro, Captação de Imagem e Edição de Vídeo, promovido pela ACDC - Associação Cultural de Caieiras.

Tem publicado algumas de suas matérias na Revista Rebosteio;

Colabora como jornalista para o blog A Ordem do Caos Notícias;

2011

Inicia estágio na Superintendência de Cultura do Município de Francisco Morato, atuando na área de Assessoria de Comunicação;

Forma-se em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo pela Faculdade Paulus, sendo uma das produtoras do documentário experimental de conclusão de curso (TCC), "Que rufem os tambores, o espetáculo continua", o qual retrata a vida e os bastidores de artistas circenses, usando como plano de fundo o Circo Stankowich. O trabalho foi fruto de uma parceria de cinco formandos dos cursos de Jornalismo (entre eles, Tamires) e Rádio e TV. de Tecnologia e Comunicação; 

Desenvolve na Rede Pública Estadual de ensino projeto voltado à alfabetização de alunos do ensino médio fundamental, através do Programa Mais Educação;

2010

Conclui o curso técnico de Computação Gráfica na AIS – Escola de Informática;

2009

Torna-se mascote do órgão Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Francisco Morato;

Realiza trabalhos como modelo. Participa em vídeos institucionais da marca Riachuelo (Campanha “De Olho no Look” - 2009), em fotos para Jornal Diário de São Paulo, entre outros trabalhos publicitários por meio da agência S Models.

2008

Participa de ações e reuniões do Conselho Municipal de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra de Francisco Morato; 

Inicia as atividades junto ao Grêmio Recreativo Social Cultural Escola de Samba Estação Primeira de Francisco Morato, sendo-lhe confiado responsabilidades voltadas à confecção de fantasias, organização das atividades da agremiação, assim como a área de assessoria de comunicação;

2007

Inicia o curso Computação Gráfica na AIS Escola de Informática - unidade Lapa;

Inicia a graduação de Comunicação Social - Jornalismo na Faculdade Paulus de Comunicação e Tecnologia, unidade Vila Mariana;